Aviso Legal Oferecemos a escritura *

Direitos de Propriedade Intelectual

A informação contida no site www.nolon.pt, incluindo a resultante da utilização dos simuladores on line, é propriedade da FinSolutia, S.A.. e destina-se, em exclusivo, a consulta pelos utilizadores, sendo meramente indicativa e provisória e não constituindo oferta, proposta ou recomendação para contratação de qualquer produto ou serviço analisado e/ou promovido no site nem vinculando a FinSolutia, S.A. a qualquer proposta contratual. Os direitos de propriedade intelectual sobre todos os conteúdos e informação constante do site, que não sejam de fornecimento externo e, como tal, devidamente identificados, nomeadamente sobre os textos, imagens, gráficos, ilustrações, logotipos, ferramentas de desenvolvimento informático, comunicações e design do website, aplicações para PDA’s e telemóveis, desenho gráfico das páginas na Internet com todos os seus componentes, e bem assim sobre o software pertencem à FinSolutia, S.A.. Todos os conteúdos fornecidos por entidades externas devidamente identificadas no site são da propriedade e exclusiva responsabilidade dessas entidades. Não é permitida a cópia, alteração e/ou difusão, total ou parcial, dos conteúdos e informação constantes do site sem a prévia autorização, por escrito, da FinSolutia, S.A. e/ou das entidades externas fornecedoras da informação devidamente identificadas.

Conteúdo e Condições de Utilização

As informações de natureza comercial (incluindo análises, estimativas, projecções, simulações, dados complementares e opiniões) e as de carácter jurídico-fiscal constantes do site, bem como as referências às disposições legais aplicáveis, não dispensam, tendo em vista o seu correcto enquadramento e o aconselhamento específico em relação a cada situação particular, a leitura integral dos respectivos diplomas legais em vigor e a consulta de Advogado, de especialistas nas referidas áreas e/ou da própria Administração Tributária. A FinSolutia, S.A. desenvolve os melhores esforços no sentido de assegurar a actualização e o rigor de toda a informação disponibilizada no site. Contudo, não garante a precisão nem a permanente e rigorosa actualização da informação e dos conteúdos do site, declinando qualquer responsabilidade pelo uso que dos mesmos possa vir a ser efectuado. A FinSolutia, S.A não se responsabiliza por quaisquer prejuízos ou danos materiais e/ou pessoais que possam advir, directa ou indirectamente, da utilização dos conteúdos e demais informação disponibilizada no ou através do site ou resultantes de possíveis inexactidões, omissões ou erros que o mesmo contenha, sendo o utilizador o único e exclusivo responsável pelo uso dos referidos elementos e bem assim por todas as decisões tomadas com base nos mesmos. O site é disponibilizado ao utilizador através de redes de telecomunicações, por cujos erros de transmissão e/ou deficiências técnicas, a FinSolutia, S.A. não é responsável.

Ligações a outros Sites

O site poderá ainda conter hiperligações a sites de outras entidades, cujos conteúdos são da exclusiva responsabilidade destas, pelo que a FinSolutia, S.A. não assume, confirma ou valida o respectivo conteúdo, nem se responsabiliza pelas políticas e práticas de privacidade desses sites ou das entidades que os gerem.

Alterações ao Site e ao seu Conteúdo

A FinSolutia reserva-se o direito de, sem aviso prévio, eliminar ou suspender a difusão deste site, total ou parcialmente, e de modificar a sua estrutura e/ou os seus conteúdos, com excepção daqueles a que a lei expressamente a obrigue. Recomenda-se, por isso, que os utilizadores consultem periodicamente estas Informações Legais para se manterem informados sobre os termos e condições da utilização do site e dos seus conteúdos.

Aceitação das Condições

O acesso e a utilização deste site implica a aceitação pelos utilizadores das acima mencionadas condições.

Legislação de Protecção ao Consumidor

Decreto-Lei n.º 24/2014, de 14 de Fevereiro que estabelece o novo regime jurídico aplicável aos contratos celebrados à distância e aos contratos celebrados fora do estabelecimento comercial (transpôs para o ordenamento jurídico português a Directiva n.º 2011/83/EU, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 25 de Outubro de 2011, relativa aos direitos dos consumidores, e revogou o Decreto-Lei n.º 143/2001, de 26 de Abril, que aprovou o Regime de Proteção dos Consumidores nos Contratos à Distância).